O ano era 1981, no campo, estrelas do futebol que marcaram época tanto em seus clubes como na seleção brasileira. Éder, Reinaldo, Toninho Cerezo, Palhinha, Zico, Leandro, Mozer e Junior. Muitos deles fizeram parte da histórica seleção de 1982. O campo era neutro, a partida foi disputada em Goiânia, já que as duas equipes terminaram o grupo 3 da Copa Libertadores empatados com 8 pontos. Foi necessário um jogo de desempate, para apontar a equipe que continuaria na competição

O clima já estava quente antes mesmo da bola rolar. O fato de juiz da partida ser o carioca José Roberto Wright, já intrigava a torcida mineira. Muitos também estavam preocupados com a estadia do juiz em Goiânia, já que o árbitro veio no mesmo vôo do time do Flamengo e estava hospedado no mesmo hotel dos cariocas.

Logo no começo do jogo, aos 10 minutos de partida, Reinaldo entra em uma disputa de bola no meio campo e faz falta em Zico. Wright expulsou o craque mineiro sem titubear. Minutos depois, falta para o Atlético Mineiro no campo de ataque. O juiz tira a bola dos pés de Éder para colocar no lugar certo da cobrança. Com pressa em bater a falta, o jogador atleticano correu em direção a bola, quando esbarrou no juiz. A confusão estava armada. Novamente o juiz não teve dúvidas e tirou mais um jogador do galo de campo.

A partida foi interrompida. Diretores, atletas reservas, imprensa, todos os jogadores do Atlético cercaram o juiz. A indignação e revolta dos atleticanos contrastavam com a calma dos jogadores cariocas que se isolaram da confusão. Durante a paralisação, Palhinha e Chicão foram expulsos. Para a partida ser reiniciada, foi necessário a ajuda da PM. Os soldados que lá estavam, isolaram o campo de jogo para que ninguém mais entrasse no gramado. Dirigentes mineiros ameaçavam tirar o time de campo.

Quando a partida foi reiniciada, o goleiro João Leite caiu no chão e simulou uma contusão. Com 6 jogadores em campo seria impossível continuar a partida. Antes mesmo do apito final, mais um jogador mineiro foi expulso. A partida não teve fim e terminou no tapetão, dando vitória ao clube da Gávea. Naquele ano, o clube carioca ganharia a Copa Libertadores batendo o Cobreloa na final e posteriormente, sagraria campeão do mundo no Japão.

2 comentários:

Wright seu filho da puta!!!Se vai pagar por esse jogo ainda, em terra ou no inferno seu babaca!!!Minerim babaca!!Seu carioca ladrão rato filho da puta, tenho do e de sua mãe, garanto que naum foi ele que te ensinou isso, mas seu pai deviater sido um filho da puta de um flamenguista! OTARIO

20 de março de 2009 07:40  

´BUÁ BUÁ BUÁ, MODESTO GALO, NUNCA GANHARIA UMA LIBERTADORES.

4 de julho de 2009 12:13  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Início

Blogger Template by Blogcrowds.